02 GRAFICA REAL

Ruth Almeida apresenta projetos de gastronomia na Adetuc após premiação nacional

A chef de cozinha mostrou para Hercy Filho o troféu do Prêmio Dolmã.

Por Seleucia Fontes em 06/12/2021 às 14:22:08
Foto: Flávio Cavalera

Foto: Flávio Cavalera

Eleita melhor chef de cozinha do Brasil no último dia 3 de dezembro, durante o encerramento do Festival Enchefs Brasil, em Belém, a tocantinense Ruth Almeida esteve nesta segunda, 6, na Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia (Adetuc) para apresentar ao presidente Hercy Filho projetos para o fortalecimento da gastronomia no Tocantins. Também participaram do encontro os superintendentes da Cultura, Relmivam Milhomem, e de Turismo, Maria Antônia Valadares.

Entre suas propostas, Ruth busca parcerias para realizar um concurso gastronômico em nível estadual, para dele ser definido o próximo representante do Tocantins no Prêmio Dolmã, considerado o Oscar da gastronomia brasileira. "O evento seria em Palmas, com Cozinha Show, workshops, apresentações de manifestações culturais, para valorizar os cozinheiros do interior", explicou Ruth, que também quer trazer uma edição do Festival Enchefs Brasil para a Capital tocantinense.

"O Prêmio Dolmã dá muita representatividade e já tirou muitos chefs de cozinha do interior do anonimato", contou ela, ao lembrar a importância da sua primeira premiação pessoal, em 2017. Outra proposta da chef é levar a gastronomia tocantinense para as feiras nacionais de turismo e artesanato.

Além de parabenizar Ruth Almeida pela nova conquista, Hercy Filho ressaltou a importância da gastronomia para o fortalecimento da cultura e do turismo regional. Disse, ainda, que uma das propostas da Adetuc é fechar parcerias voltadas a qualificação técnica, inclusive na elaboração de projetos. "Temos profissionais da economia criativa muito talentosos, precisamos levar qualificação para essas pessoas", ressaltou, enfatizando as determinações do governador Wanderlei Barbosa.

Prêmio Dolmã

Ruth Almeida foi finalista da categoria Nacional do Prêmio Domã e única mulher na disputa, que contou ainda com representantes do Acre, Maranhão, Goiás, Rio de Janeiro e Paraná. A competição passou por diversos critérios para decidir o grande vencedor, como o júri popular, experiência profissional e histórico de carreira. "Concorri com grandes chefs levando as culturas negra e indígena", comemora.

Comunicar erro
KNEKOU

Comentários

02 GS MARCOS