02 GRAFICA REAL

Ageto explodiu rocha que bloqueava TO-239, mas tráfego ainda não foi liberado

Agência vai retirar uma outra pedra no km 137, na lateral da rodovia TO-222, trecho entre Araguaína e Aragominas.

Por Luzinete Bispo em 13/01/2022 às 10:23:37
Foto: Ageto/Governo Tocantins

Foto: Ageto/Governo Tocantins

Detonada a rocha de mecaxisto no km 14, que bloqueava o traçado da rodovia, TO-239, entre Presidente Kennedy e Itaporã do Tocantins. A detonação aconteceu nesta terça-feira, 11, as 15 horas, mas a liberação do tráfego no local não tem previsão, uma vez que vai depender da limpeza dos detritos da explosão e das constantes chuvas no local.

A explosão era uma demanda antiga da população dos dois municípios e região atendida pelo Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto). O trajeto depois de liberado vai encurtar em cerca de 50% na quilometragem, pois os usuários da via tinha que usar um grande desvio. A distância sem a pedra tem 30,32 km de extensão entre as duas cidades.

Para a explosão da rocha, segundo o engenheiro da Ageto responsável pela detonação, Anísio de Souza Neto, foram utilizados 850 kg de dinamite, 1500 metros de cordel detonante e 50 espoleta de retardo. Além disso foram usadas malhas de 2,5 x 2,5 a uma profundidade de 5,50 metros afim de fragmentar a pedra.

Com a retirada da pedra, o trecho que passa por patrolamento e revestimento primário ficará totalmente desobstruído para o tráfego. Quanto à pavimentação do trecho a Ageto ainda não tem projeto de engenharia pronto neste sentido.

"A operação de explosão da pedra aconteceu dentro do que prevíamos. Uma detonação bastante rápida, com a máxima segurança para a equipe e os usuários da via, que foi interditada de ambos os lados a uma distância segura", explicou o presidente da Ageto, Márcio Pinheiro Rodrigues.

Outra pedra

A Ageto informa que também vai retirar uma outra pedra no km 137, na lateral da rodovia TO-222, trecho entre Araguaína e Aragominas que já contribuiu para vários acidentes, inclusive, com vítimas fatais durante os últimos anos. Ela fica perto do local conhecido como britador, onde a rodovia faz curvas em formado de "s".

Neste caso não haverá necessidade de detonar a pedra, mas retirá-la da margem da rodovia para a segurança dos usuários do trecho.

Comunicar erro
KNEKOU

Comentários

02 GS MARCOS