JORGE CONSORCIO

Polícia Civil identifica homem que aparece em vídeo chutando cachorro em Paraíso do Tocantins

A agressão ocorreu sem que houvesse qualquer tipo de ameaça pelo animal ao autor.

Por Rogério de Oliveira em 27/05/2024 às 17:43:31
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Após a repercussão de um vídeo postado nas redes sociais, em que um homem aparece chutando um animal no centro da cidade de Paraíso do Tocantins, na manhã da última quinta-feira, dia 23, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio da 5¬™ Delegacia Regional informa que ainda no mesmo dia iniciou a apuração do caso, j√° tendo identificado o autor.

Conforme explica o delegado-regional, José Lucas Melo, a partir da difusão do vídeo, a equipe policial tomou conhecimento do fato e de imediato, j√° realizou as primeiras dilig√™ncias, sendo que o autor, um homem de 57 anos, j√° foi identificado e intimado a prestar esclarecimentos sobre o fato.

Desse modo, o inquérito policial instaurado para apurar o caso ser√° concluído no início da próxima semana e remetido ao Poder Judici√°rio e ao Ministério Público e ao Ministério Público para a adoção das medidas legais cabíveis.

RCK EXPRESS

Crime

Ainda, segundo o delegado José Lucas Melo, o crime em questão tem pena que pode chegar a 5 anos de reclusão. "O ato em tese praticado por esse autor j√° devidamente identificado, constitui crime e, ao término das investigações, todas as circunstâncias do fato serão elucidadas, no sentido de que a Polícia Civil possa dar uma resposta satisfatória a toda a sociedade paraisense". disse.

Agressão gratuita

O delegado José Lucas ressalta ainda que as investigações da Polícia Civil revelam que, em tese, a agressão foi totalmente gratuita, uma vez que o cão agredido estava tomando sol e que em nenhum momento apresentou algum tipo de perigo ao autor que simplesmente desferiu um chute no animal indefeso.

Alerta

A autoridade policial ainda faz um alerta a todos os cidadãos, no sentido de denunciar qualquer tipo de agressão a animais, para que a Polícia Civil possa tomar as devidas provid√™ncias. "É importante esclarecer que os maus tratos e agressões a animais são considerados crimes, com pena de reclusão que pode chegar aos cinco anos. Desse modo, a PC-TO solicita a todos que presenciarem tais crimes contra animais que compareçam a uma Delegacia de Polícia Civil mais próxima à sua casa e façam o registro da ocorr√™ncia", frisou.

Comunicar erro

Coment√°rios

BANNER 05