91% das farmácias no Tocantins são micro e pequenas empresas

Nos últimos cinco anos o segmento cresceu 16,02% no Estado, aponta Sebrae

Por Central TO em 07/07/2024 às 21:35:21
Foto: Divulgação/SEBRAE

Foto: Divulgação/SEBRAE

Um levantamento realizado pelo Sebrae aponta que 91% das farmácias no Tocantins são micro e pequenas empresas. Conforme os dados, 870 são ME"s e 145 EPP"s, ou seja, um total de 1.015 empreendimentos desta área no Estado, sendo que 50 delas foram abertas em 2024. Ainda segundo a instituição, nos últimos cinco anos o segmento cresceu 16,02%. Atualmente existem 1.115 drogarias no Tocantins.

O cenário se repete nos outros estados e o setor de farmácias continua em expansão no Brasil. Estudo feito pelo Sebrae, a partir de dados da Receita Federal, mostra que existem atualmente 122 mil farmácias em todo País. Deste universo, 84% são micro e pequenas empresas, sendo que mais de 4 mil delas abriram as portas no primeiro semestre deste ano. Esse número é superior ao de empresas abertas no mesmo período de 2019.


Bruno Vila Verde, analista do Sebrae, explica que a instituição tem o papel de garantir que ele continue crescendo, com auxílio as empresas a progredirem ainda mais. "Com o aumento do acesso à saúde, mais pessoas estão procurando cuidados médicos. Os idosos, por exemplo, estão vivendo mais, frequentemente ultrapassando os 80 anos, e a demanda desse grupo por medicamentos e cuidados de saúde é significativa e, consequentemente, a procura se torna maior no mercado," explicou.

O gestor ainda observa que a expansão do setor de farmácias no Tocantins reflete um aumento na demanda por serviços de saúde e a vitalidade das micro e pequenas empresas nesse mercado. "Com políticas de apoio do Sebrae e um ambiente propício ao empreendedorismo, o crescimento das drogarias acompanha as necessidades da população, especialmente dos idosos, como também contribui para a economia local, gerando emprego contribuindo para um acesso mais amplo e democrático à saúde".

Fonte: Agência Sebrae de Notícias do Tocantins

Comunicar erro
JORGE CONSORCIO

Comentários