Em torno de 400 empresas do TO renegociam dívidas no Desenrola Pequenos Negócios

Programa conta com a participação de sete bancos, que representam 73% do total da carteira de crédito de micro e pequenas empresas

Por Central TO em 10/07/2024 às 18:41:46
Por meio do programa Desenrola Pequenos Negócios, 393 empresas do Tocantins renegociaram suas dívidas neste ano com as instituições financeiras. Segundo o Sebrae Tocantins, esse montante equivale a R$ 13.300 milhões em valores repactuados com os bancos.

Em todo Brasil, conforme o Ministério das Micro e Pequenas Empresas, a iniciativa registrou, até o início deste mês, um volume financeiro renegociado de R$ 2.483.579.215. Ao todo, 69.635 contratos foram renegociados, beneficiando 42.216 clientes.

Com a proposta de auxiliar pequenos negócios a superarem dificuldades financeiras, o programa conta com a participação de sete bancos, que representam 73% do total da carteira de crédito de micro e pequenas empresas nacionais: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Santander, Sicredi e Mercantil do Brasil

RCK EXPRESS
Francisco Ramos, analista do Sebrae Tocantins, informa que para aderir ao programa, o microempreendedor ou pequeno empresário deve entrar em contato com a instituição financeira onde tem a dívida. "As renegociações podem ser realizadas por intermédio de canais de atendimento oficiais, como agências, internet ou aplicativos móveis. Cada instituição financeira que participa do programa define suas próprias condições e prazos para esse acordo", completa.

Desenrola

O que é o Desenrola Pequenos Negócios? Um dos pilares do programa Acredita Brasil, a iniciativa permite que MEIs, ME e EPP – que são os negócios com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões – possam renegociar suas dívidas em atraso com instituições financeiras.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias do Tocantins

Comunicar erro
JORGE CONSORCIO

Comentários