02 GRAFICA REAL

Homem investigado por homicídio tentado é preso pela Polícia Civil de posse de espingarda

Investigações da Polícia Civil apontaram que o homem preso teria tentado matar um desafeto em Dianópolis em outubro de 2021.

Por Rogério de Oliveira em 11/01/2022 às 22:44:47
Foto: Divulgação/DICOM SSP TO

Foto: Divulgação/DICOM SSP TO

Uma ação de combate à criminalidade, realizada por policiais civis da 101ª Delegacia de Dianópolis, com apoio de agentes da 14ª Central de Atendimento da PC, daquele município, na manhã desta terça-feira, 11, resultou na prisão de um homem de 40 anos. Investigado pela prática de um homicídio tentado, fato ocorrido, no mês de outubro de 2021, na cidade, o homem foi capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, quando chegava à residência de sua mãe.

Na oportunidade, os policiais civis também encontraram em poder do indivíduo, uma espingarda, calibre 22, que o homem trazia em seu veículo. A arma foi apreendida, e o homem também foi indiciado por porte irregular de arma de fogo de uso permitido.

Conforme apontaram as investigações da 101ª DP, o homem preso possui uma desavença, espécie de rixa com outro indivíduo da cidade, sendo que ambos viviam trocando ameaças e provocações. O ápice do desentendimento ocorreu quando, em outubro do ano passado, o indivíduo preso hoje, teria efetuado um disparo de arma de fogo contra o veículo da vítima na intenção de causar sua morte.

De imediato, a Polícia Civil entrou no caso, e após as investigações constatarem que havia muita animosidade entre os dois homens, e que um já havia tentado matar o outro, o delegado responsável pelo caso representou por mandados de busca e apreensão na residência do autor e também de sua mãe, bem como um mandado de prisão contra o indivíduo.

Assim, nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, os policiais civis foram até à residência do indivíduo, mas perceberam que ele não se encontrava no local. Desse modo, os agentes foram até o imóvel de sua mãe e chamaram pelo investigado que saiu da residência, momento em que o mandado judicial foi cumprido. Ocorre que, os policiais também visavam localizar a arma de fogo que o autor possuía e, com o aprofundamento das buscas, o homem preso acabou confessando que a arma estava em seu veículo. Assim, a espingarda acabou sendo apreendida.

Comunicar erro
KNEKOU

Comentários

02 GS MARCOS