02 GRAFICA REAL
PALMAS 33 ANOS

Secretaria da Infraestrutura leva Projetos de Irrigação à Agrotins 2022

Infraestrutura apresenta projetos de irrigação que apoiam o desenvolvimento do Agro durante a Feira.

Por Central TO em 09/05/2022 às 16:30:25
Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

O Tocantins é uma das principais fronteiras agrícolas do país. E este potencial será mostrado durante a 22ª Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2022), a maior feira agropecuária do norte do país.

Com o intuito de apresentar os investimentos da infraestrutura para melhoria da vida do homem do campo, a Secretaria da Infraestrutura, Cidades e Habitação (Seinf) participará da Agrotins, expondo os projetos de irrigação executados pela Pasta em diversos municípios tocantinenses e que fornece acesso à água, a pequenos, médios e grandes produtores.

A feira acontece entre os dias 10 e 14 de maio, no Parque Agrotecnológico do Tocantins, na TO-050, saída para Porto Nacional. Já o estande da Seinf, estará localizado no pavilhão institucional disponível para visitação durante toda a programação.

Os projetos de irrigação, desenvolvidos pelo Governo do Estado, por meio da Seinf, superintendência de irrigação, tem como uma das principais missões, proporcionar aos irrigantes uma melhor forma de produzir seus alimentos, dando suporte hídrico de drenagem e irrigação, com foco na melhoria do desempenho da produção agrícola de norte a sul do Estado.

Para o secretário da Infraestrutura, Jairo Mariano, a apresentação dos projetos de irrigação na Agrotins mostram a importância de impulsionar a produção agrícola com infraestrutura qualificada. "Os projetos de irrigação desenvolvidos pelo Governo do Estado auxiliam o crescimento da produção de alimentos nestes perímetros irrigados gerando emprego, renda e melhorando a qualidade de vida das comunidades atendidas. E ampliar estes projetos de irrigação, atendendo as demandas dos produtores é uma determinação do governador Wanderlei Barbosa para impulsionar o agronegócio tocantinense" complementa.

Conheça os Projetos de Irrigação

PRODOESTE

Trata-se da implantação de um modelo de aproveitamento hidroagrícola sustentável na região Sudoeste do Estado do Tocantins, nas bacias dos rios Formoso e Pium e seus afluentes. Dentre as principais obras da infraestrutura, está a Barragem de Acumulação denominada P8, com 2.820m de comprimento e 30m de altura, resultando em 2.376 hectares de área de acumulação e volume de 180 milhões de metros cúbicos de água.

Projeto Gurita

Está localizado na região Centro Norte do Estado, no município de Itapiratins. O projeto tem como fonte hídrica Rio Tocantins, área total de 1.280 hectares e 11 lotes de irrigação. Com 3 tipos de sistemas de irrigação (aspersão convencional, microaspersão, e gotejamento), o Projeto Gurita beneficia os irrigantes na produção de frutas e culturas anuais.

Projeto Manuel Alves

Com uma área total de 14.597 hectares e fonte hídrica o rio Manuel Alves, o projeto está localizado no município de Dianópolis, na região sudeste do Tocantins. O perímetro irrigado possui um total de 199 lotes para pequenos produtores e 14 lotes empresariais. Culturas como abacaxi, banana, coco, mamão, maracujá, manga e goiaba são cultivadas na região, ajudando a fomentar a economia local e no entorno.

Projeto Rio Formoso

Um dos maiores projetos da Infraestrutura, o Rio Formoso é lotado em uma área de 27.787 hectares, no município de Formoso do Araguaia, na região sudoeste do Estado. O projeto utiliza sistemas de irrigação do tipo inundação e subirrigação para cultivo de arroz irrigado, soja, milho e feijão. O Projeto é composto por uma série de infraestrutura que dão suporte à produção agrícola, sistemas de irrigação, drenagem, estações de bombeamento, entre outras.

Projeto São João

O projeto teve início em 2001 e compreende a implantação de infraestrutura de irrigação para hortigranjeiros e frutas. Localizado à margem direita do reservatório da Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães, no Rio Tocantins, sentido Palmas/Porto Nacional, pela rodovia TO-050, o projeto possui uma área total de 5.129 hectares, sendo 3.654 hectares de área irrigável. A área compreende 328 lotes para pequenos produtores e 32 empresariais.

Comunicar erro
GOOGLE

Comentários

02 GS MARCOS